Sistemas de Gestão para pequenos empreendedores

sistemas de gestão para pequenos empreendedores

Um negócio, ao se iniciar, proporciona muita energia e expectativa ao empreendedor responsável pela iniciativa, mas o resultado da operação pode não ser o esperado. O que devemos fazer para minimizar as surpresas negativas e chegarmos ao ponto de equilíbrio o mais rápido possível na implantação de um negócio? Para isso os sistemas de gestão para pequenos empreendedores são fundamentais.

Todo empreendimento, independente do segmento de atuação, seja ele manufatura (indústria), comércio ou serviço é o resultado de um sonho e de muito trabalho, pois não devemos contar que a sorte esteja ao nosso lado, devemos sim é seguir a cartilha de palestras, cursos ou livros motivacionais que pregam: “empreendedorismo é o resultado de uma equação que indica serem 90% de transpiração e 10% de inspiração”. E os sistemas de gestão para pequenos empreendedores são fundamentais para organizar, controlar e definir estratégias para um negócio.

Desta forma, os 10% de inspiração pode ter várias origens na determinação do negócio, sendo as mais comuns a continuidade do negócio da família, mudança do sistema de trabalho na procura de possuir um negócio próprio (seguir carreira solo), ou até mesmo a necessidade da busca de alternativa para sobrevivência, fato que é o mais comum nestes tempos de pandemia devido à Covid-19.

Segundo dados da ASN (Agência SEBRAE de Notícias), no ano de 2020 estima-se que aproximadamente 25% da população adulta do país está envolvida com empreendedorismo, onde devemos entender que este estágio seja possuir um negócio em atividade por 3,5 anos. 

Dados da pesquisa Sobrevivência de Empresas 2020 consultando informações da Receita Federal do Brasil, a taxa de mortalidade de Micro e Pequenas Empresas com até cinco (5) anos de atividade é de 29%, e, segundo a presidência do SEBRAE “este resultado está relacionado à capacidade de gestão, à maior experiência e ao conhecimento do ramo”.

Como diminuir a taxa de mortalidade de novos empreendimentos?

Dando continuidade à equação motivacional, os 90% de transpiração devem ser utilizados em várias frentes de trabalho, e uma que não é muito praticada como demonstra a Pesquisa de Sobrevivência de Empresas 2020 citada acima é a busca de conhecimento sobre Gestão Empresarial, sua importância na administração do negócio, suas alternativas e metodologias disponíveis no mercado. Sendo assim, fica clara a importância de sistemas de gestão para pequenos empreendedores.

Leia mais: O que consiste um sistema de gestão para empresas, independente de seu tamanho ou faturamento

Não cabe neste momento discutirmos ou apresentarmos metodologias de gestão empresarial para pequenos empreendedores, mas sim analisarmos a necessidade da busca pelo conhecimento sobre a sua prática, quais os setores envolvidos no negócio que praticamos que necessitam de acompanhamento e melhoria, quais são os principais desvios de resultado que temos, e como devemos monitorar a empresa.

sistemas de gestão para pequenos empreendedores

A importância da escolha acertada dos sistemas gestão para pequenos empreendedores

Possuir um sistema de gestão nos dias de hoje não é despesa para uma empresa, é uma necessidade. Ele deve ser considerado desde o momento de concepção do negócio, nascer junto com o Plano de Negócios, caso a ferramenta de Gestão Empresarial tenha sido utilizada no planejamento das atividades. 

A disponibilidade destas ferramentas (Sistemas de Gestão Empresarial) é farta no mercado, porém a escolha errada pode proporcionar resultados devastadores, pois a característica do negócio tem de ser atendida na sua plenitude pela ferramenta. Entretanto, ao analisarmos as empresas, podemos constatar que, invariavelmente, quase que a sua totalidade possui problemas no seu uso, sendo suas principais causas as citadas abaixo, não necessariamente na ordem apresentada:

  • Escolha do sistema de gestão que tem na sua origem o atendimento a outro segmento de atividade;
  • Desconhecimento pela empresa das rotinas necessárias ao pleno uso da ferramenta de gestão eletrônica;
  • Falta de processo operacional na empresa;
  • Falta de treinamento operacional aos colaboradores da empresa.

Estes fatores citados não são uma exclusividade de negócios iniciantes, infelizmente várias empresas que estão consolidadas no mercado e de todos os segmentos de atuação partilham do mesmo problema, sendo o tema uso inadequado de Sistema de Gestão um dos responsáveis pelo baixo rendimento operacional e financeiro dos empreendimentos no país.

Com o crescimento do comércio eletrônico, muitas pessoas veem a oportunidade de montar seu negócio nesse segmento, seja por meio de uma loja virtual ou um marketplace próprio. Sendo assim, os sistemas de gestão eletrônicos para pequenos empreendedores devem fazer parte da essência do seu negócio, para te dar subsídios estratégicos de controle da sua empresa, automatização, assim como estratégias de crescimento. E é sobre isso que falaremos no próximo artigo, abordaremos se todos os Sistemas de Gestão eletrônicos atendem a demanda do e-commerce.

Até mais!

Gerson Saraiva consultor de sistemas de gestão para empresas

Autor: Gerson Saraiva

Engenheiro Mecânico de Produção (Mackenzie)

Especialista em Administração Industrial (Fundação Vanzolini – USP)

MBA em Comércio Exterior (FMU)

Linkedin: https://www.linkedin.com/in/gerson-saraiva-9a865b29/ 

There are no comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart

Nenhum produto no carrinho.